EN FR PT ES

Declarações | Reunião da Câmara Municipal de 3 de outubro

4 Outubro, 2022

Na Reunião da Câmara Municipal de 3 de outubro, foram apresentadas declarações subordinadas a temas relevantes da atualidade nacional e local. Do novo Aeroporto de Lisboa, à Agenda Cultural de Ourém, sem esquecer o Dia Internacional do Idoso ou o Cortejo de Oferendas aos Bombeiros Voluntários de Ourém. 


Declaração
Novo Aeroporto de Lisboa e a opção Santarém

Como é do conhecimento público, apesar de ser um tema com mais de 30 anos, nos últimos tempos temos assistido a novos desenvolvimentos relativamente à questão do novo aeroporto para o nosso país.

Reconhecendo que esta é uma matéria estrita do foro nacional, na qualidade de Presidente de Câmara Municipal de Ourém julgo oportuno apresentar uma posição sobre o assunto, em virtude da influência direta e positiva que uma infraestrutura desta envergadura poderia trazer ao nosso território.

Todas as soluções preconizadas até ao momento e consideradas como viáveis, estavam fora daquilo que considero ser a região centro do país e, portanto, sem qualquer impacto, direto ou indireto, na zona onde nos encontramos.

Contudo, e após verificar a introdução da opção Santarém como possível localização para o novo aeroporto nacional, considero importante para o nosso território e região, apresentar o nosso apoio a esta solução.

Conhecendo já alguns pontos sobre esta hipótese, designadamente, a valia de estar próximo de diversas acessibilidades (rodoviárias e ferroviárias), transformando-se num verdadeiro interface de mobilidade, aliada à grande capacidade de crescimento ao nível de pistas e de passageiros, a não existência de grandes impactos ambientais (problema existente nas restantes soluções em equação), estes são bons e fortes argumentos para que esta solução seja credível, sensata, e mais do que tudo, plausível.

Ainda no ponto das vantagens é importante recordar que este investimento será estratégico para as próximas gerações e para o desenvolvimento do país, mas também seria um elevadíssimo investimento financeiro para o Estado, o que não se verifica neste projeto, pois que este conta com o totalidade do investimento privado, fator que julgo determinante para que definitivamente avance para esta obra.

Não tenho a menor dúvida que outra vantagem e até viabilidade desta solução é justamente a importância do turismo religioso e da maior proximidade do destino Fátima, que como todos sabem é umas das portas de entrada para muitos passageiros, em virtude dos milhões de visitantes por ano na cidade da paz.

Sei que esta decisão não será tomada no dia de amanhã, mas julgo que para a defesa dos interesses do nosso território e da nossa população, estamos perante a solução que melhor serve o concelho de Ourém, com impactos diretos e indiretos muito positivos, contribuindo para a coesão territorial que tanto se defende.

Luís Miguel Albuquerque
Presidente da Câmara Municipal de Ourém


Declaração
Dinâmica Cultural do Município de Ourém

O Dia Mundial da Música, assinalado no dia 1 de outubro, foi pretexto para mais um projeto em que a importância do envolvimento da comunidade foi sobejamente notória, bem como a sua importância se torna marca de um verdadeiro serviço de público. Tanto a participação de uma entidade cultural na conceção do próprio espetáculo apresentado, como é o caso da Sociedade Filarmónica Ouriense, como com a presença expressiva de público foram disso testemunha.

A Companhia PistaCatro (Galiza, Espanha) e a Sociedade Filarmónica Ouriense, dirigida pelo maestro João Paulo Fernandes, como resultado de um árduo trabalho de preparação, de dedicação e entrega, proporcionaram, no Teatro Municipal de Ourém, “Orquestra de Malabares”, um espetáculo cheio de alegria e diversão, que envolveu todos os intervenientes, gerando uma simbiose perfeita e um concerto extremamente divertido, que abraçou todas as gerações e tornou o riso inevitável perante um misto de emoções, com música de todos os géneros, malabares e malabarismos, bolas, entre outras artes circenses, superiormente executados.

“Orquestra Malabares” foi um espetáculo inserido no projeto “Caminhos do Médio Tejo” da CIMT – Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, no âmbito da candidatura Caminhos das Pessoas – Programação Cultural em Rede, apresentada ao Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020.

Ainda no Dia Mundial da Música, foi inaugurado o Auditório do Conservatório Ourém/ Fátima que se constitui como o mais recente equipamento cultural do concelho, consolidando o objetivo da autarquia em criar sinergias que proporcionem uma oferta cultural de proximidade com os cidadãos. A inauguração contou com a atuação da Orquestra Bomtempo (organista André Ferreira e maestro Cesário Costa).

Este novo espaço, muito acolhedor, vem beneficiar consideravelmente o projeto educativo musical da instituição, para o desenvolvimento das suas atividades.

No dia seguinte, a Quinta do Montalto apresentou um espetáculo de ópera, num cenário que juntou a tradição vitivinícola perpetuada há 5 gerações a este género artístico teatral. A plateia deliciou-se com a ópera cómica “O 66”, de Jacques Offenbach, que teve interpretações da oureense Joana Gil, João Valido Vaz, Luís Rendas Pereira, acompanhados ao piano por Rita Seara e a encenação de Kevin Phelan, cenografia e figurinos de Sofia Lima e texto traduzido por Manuela Ribeiro.

A Câmara Municipal regozija-se por estes espetáculos de grande qualidade e felicita todos aqueles que com o seu contributo viabilizaram a sua realização.

Isabel Costa 
Vereadora da Câmara Municipal de Ourém


Declaração
Cortejo de Oferendas à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ourém

Regressou no passado dia 25 de setembro, às ruas de Ourém, o Cortejo de Oferendas da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ourém, depois de ter sido adiado por duas vezes, primeiro devido à pandemia e depois pelos incêndios que deflagraram no concelho nos meses de julho e agosto.

O Cortejo veio a revelar-se num momento muito feliz e emotivo para todos quantos integram a Corporação, pelo emolduramento das ruas da cidade de Ourém, pois foram muitos os ourienses que quiseram assistir revelando o respeito e admiração que nutrem pela instituição, mas também pelos resultados alcançados e que, em muito, excederam as expectativas.

No final, os Bombeiros de Ourém apuraram um valor de 200 mil euros, facto revelador da vertente solidária dos ourienses que não hesitaram em ajudar e apoiar uma instituição que tudo tem feito para garantir a sua segurança e bem-estar. Prova disso foi, ainda muito recentemente, a sua pronta e eficaz intervenção nos incêndios florestais, além da dedicação e entrega de todos os seus operacionais, comando e direção perante este flagelo.

Neste momento especial para os Bombeiros de Ourém, o Município felicita a Associação pela realização desta iniciativa, agradece o trabalho que tem desenvolvido em benefício dos ourienses e volta a demonstrar a sua total disponibilidade e a colocar-se ao serviço desta instituição que muito dignifica o nome de Ourém.

Rui Vital
Vereador da Câmara Municipal de Ourém


Declaração
Comemoração do Dia Internacional do Idoso

O Dia Internacional do Idoso, comemorado a 01 de outubro, foi instituído em 1991 pela ONU – Organização das Nações Unidas, e visa sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa.

O Município de Ourém, em colaboração com as instituições do Grupo de Envelhecimento da Rede Social de Ourém celebrou hoje o Dia Internacional do Idoso, com o objetivo de proporcionar uma tarde diferente aos seus idosos.

A atividade contou com a participação das várias instituições do concelho no âmbito do apoio à terceira idade, que de forma entusiástica preencheram o Teatro Municipal de Ourém.

A sessão iniciou com uma mensagem do presidente do município e de seguida a representação da peça de teatro “Gaitas, Mantas e Chouriças” do Grupo de Teatro à Solta.

O Município de Ourém tem procurado desenvolver iniciativas desta natureza, direcionadas para as populações mais idosas, no sentido de combater o isolamento de alguns e proporcionar atividades lúdicas para todos como promotoras de planos de desenvolvimento pessoal.

Um agradecimento à equipa do Serviço de Ação Social do Município de Ourém pela promoção destas iniciativas, determinantes para um envelhecimento bem-sucedido que interferem no bem-estar psicológico e naturalmente na qualidade de vida das populações mais idosas no concelho.

“Sem os idosos não seriamos quem somos, não teríamos em quem nos inspirar e não poderíamos saber tanto da vida”.

Micaela Durão
Vereadora da Câmara Municipal de Ourém


 

Partilhar:

Veja também

Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2022 - Todos os direitos reservados