EN FR PT ES

Voto de Solidariedade – Moçambique

2 Abril, 2019

O Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, apresentou um Voto de Solidariedade para com Moçambique na reunião de Câmara de 1 de abril, após a devastação provocada pelo ciclone “Idai”.

O Voto de Solidariedade foi aprovado por unanimidade e será exposto ao Embaixador de Moçambique em Portugal.

 

Moçambique fustigado pelo Ciclone “Idai”

“É-nos impossível ficar indiferentes à devastação provocada pelo ciclone Idai em Moçambique. Os fortes ventos e chuvas destruíram aldeias inteiras fazendo com que centenas de milhares de moçambicanos tenham perdido tudo que tinham.

Segundo as notícias reveladas hoje, o número de mortos provocados pelo ciclone Idai subiu para 518, sendo que o número de feridos chegou aos cerca de 1500 e o total de afetados é superior a 850 mil pessoas. Estes serão aqueles que agora muito precisam de ajuda: água, alimentos, roupas, medicamentos e assistência humanitária.

Do contacto estabelecido com o Município de Monapo – vila da província de Nampula, no norte de Moçambique, geminado com o Município de Ourém desde 2001, verificamos que esta região ficou a salvo desta intempérie. Os, pelo menos, 1276 quilómetros quadrados inundados pelo Idai têm maior expressão nas províncias de Sofala, Zambézia e Manica.

Assim, endereçamos uma mensagem de força e de esperança ao povo moçambicano. Toda a nossa amizade e solidariedade. Também aos portugueses que vivem em Moçambique e que foram afetados, enviamos os nossos votos de que rapidamente possam regressar à normalidade, dentro do possível.

Além disso é nossa intenção aderir a uma campanha de angariação de produtos farmacêuticos, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa, com vista a responder aos diversos e apelos e situações prementes no âmbito da saúde do povo moçambicano.”

Partilhar:
Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2019 - Todos os direitos reservados