EN FR PT ES

Município lança projeto “Ourém Mais Bebé”

13 Janeiro, 2020

O Município de Ourém tem desenvolvido políticas de proximidade às famílias através de medidas concretas que permitam assegurar as necessidades de conforto e bem-estar das crianças, como é exemplo o programa de Apoio à Natalidade que em 2018 apoiou 188 famílias, num montante global de 121 490€. No âmbito do trabalho desenvolvido pelo Centro Comunitário de Voluntariado de Ourém, a autarquia promove agora o projeto “Ourém Mais Bebé” com o propósito de dar resposta às famílias cuja situação económica impossibilite o acesso a produtos de puericultura.

Na dinâmica normal do Centro Comunitário de Voluntariado é comum receberem-se artigos de puericultura, nomeadamente carrinhos de bebé, ovos, cadeiras auto, muda fraldas, banheiras, cadeiras de refeição, espreguiçadeiras, esterilizadores, etc. Estes artigos apenas são usados durante um determinado período de tempo, logo, ao integrarem o projeto “Ourém Mais Bebé”, poderão ser cedidos a título de empréstimo a famílias com carência económica, à semelhança do Banco de Ajudas Técnicas de Ourém já existente.

O “Ourém Mais Bebé” destina-se a crianças dos 0 aos 3 anos que integrem agregados familiares em situação de vulnerabilidade socioeconómica e residência no concelho de Ourém. Com este projeto a Câmara Municipal pretende suprir as necessidades imediatas das crianças em situação de vulnerabilidade, potenciar o envolvimento de toda a comunidade e da rede de parceria interinstitucional no projeto e na identificação e encaminhamento de situações de carência, além de contribuir para uma maior eficácia da resposta social na melhoria das condições de vida dos munícipes.

Podem candidatar-se aos apoios previstos no projeto “Ourém Mais Bebé” todas as pessoas/famílias que residam no concelho de Ourém e que se encontrem em pelo menos uma das seguintes situações: famílias beneficiárias do Rendimento Social de Inserção; famílias beneficiárias da Mercearia Solidária e/ou do Ponto de Partilha do Centro Comunitária de Voluntariado; famílias com menores que se encontrem no 1º escalão do Abono de Família; famílias com menores com processo ativo na CPCJ de Ourém, desde que a situação avaliada o justifique; famílias em que pelo menos um dos progenitores se encontre em situação de desemprego involuntário há pelo menos 3 meses; famílias monoparentais. O pedido deverá ser submetido nas instalações da Câmara Municipal de Ourém, com o preenchimento do formulário disponível aqui e a apresentação da documentação exigida no Normativo do projeto “Ourém Mais Bebé”.

Partilhar:

Veja também

Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2020 - Todos os direitos reservados