EN FR PT ES
A carregar Eventos

« Todos os Eventos

A PREGUIÇA ATACA? DE ALDARA BIZARRO

Outubro 7 @ 10:00 - Outubro 8 @ 23:00

6. ª FEIRA / 07 E 08 OUT.
TEATRO MUNICIPAL DE OURÉM | SALA PRINCIPAL
DIA 7 – 10:00H
DIA 8 – 21:30H

A temática deste espetáculo assenta sobre uma proposta filosófica que pretende questionar de uma forma divertida a postura atual da sociedade relativamente a aspetos como o trabalho, a produtividade do indivíduo e a preguiça. Para o desenvolvimento do campo conceptual, a colaboradora Dina Mendonça interveio com uma abordagem destas questões orientadas para um público jovem e adulto, no sentido de abrir outras perspetivas sobre o tema em questão. É mau, sentir preguiça? Isso de não fazer nada existe? Quando estás a praticar o nada, o que estás a fazer? Um ser humano existe sem preguiça? Quando não nos apetece fazer nada, será porque nos apetece fazer tudo? Ou outra coisa? O trabalho liberta? E a preguiça? Prende? Quando somos crianças, a preguiça acaba quando nos espreguiçamos e só regressa quando estamos exaustos da brincadeira. Quando somos adultos, a preguiça envergonha-se perante o trabalho que se avoluma e ninguém admite que a sente. Quando estamos a meio do caminho, o tempo saboreia-se e o que pode ficar para amanhã, fica suspenso na doçura de um bocejo…

Texto de Dina Mendonça sobre o espetáculo:
Começa com histórias. Tudo começa com histórias… E, de repente, no meio da partilha entre o cansaço e o descanso, na lenta sugestão de aspetos da preguiça — a medida da vontade, o não querer fazer frente ao movimento contínuo de outros, a adoção do modo da Preguiça—os bailarinos são atacados. Essa linha direta que se desenha no espaço, desde os seus corpos até ao vórtice, é uma linha de emoções mistas. Quem a vê está suspenso, vive numa ânsia curiosa e medrosa, e tem uma vontade contraditória de os ajudar a fugir e simultaneamente, de os deixar ir. Isso produz uma ligeira tensão na cadeira, mas que se disfarça bem. A preguiça parece simples, mas quando se a olha à lupa, ela revela-se complexa e estranha, ensina-nos algo de incómodo. Revelamo-nos, por um lado, guerreiros destemidos e, por outro, bonecos encaixados. A preguiça mostra que se somos capazes das mais arrojadas loucuras também somos cobardes para as mais recatadas ações. Ver dois corpos assim a desenhar a preguiça, rompendo o espaço, deixa-nos com uma afinada atenção para ouvir.

916 591 231 | bilheteira.tmo@cm.ourem.pt
4.ª a 6.ª Feira – 13:00H às 19:00H
Dia do espetáculo – 16:00H às 22:00H
Preço:2,00€ / dia 07 outubro – Público Escolar
Preço: 5,00€ / dia 08 outubro – Público Geral

Detalhes

Início:
Outubro 7 @ 10:00
Fim:
Outubro 8 @ 23:00
Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2022 - Todos os direitos reservados