EN FR PT ES

Dia do Município | Intervenção do Presidente da Câmara

20 Junho, 2020

O Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, proferiu, por ocasião da Cerimónia Solene do dia do Município de Ourém, a intervenção que apresentamos na íntegra:

 

Excelentíssimo Senhor Presidente da Assembleia Municipal

Excelentíssimos Senhores Vereadores

Excelentíssimos Senhores Presidente das Juntas de Freguesia

Excelentíssimos Senhoras e Senhores Convidados

Comunicação Social

Caras e Caros Munícipes que nos seguem através da transmissão online, que estamos a realizar

 

A todos saúdo calorosamente, embora com a mágoa de o não poder concretizar de forma mais efusiva e quiçá mais pessoal, em particular a todos os que estão presentes nesta sala, limitados que estamos ao cumprimento das normas de distanciamento social, às quais temos dado cumprimento, para a defesa e o bem de todos.

Comemoramos, nesta data, mais um dia evocativo do Município de Ourém, das suas gentes e da sua identidade, o que, este ano, nos transporta para uma realidade diferente, afetados que estamos, pelos efeitos da calamidade da COVID-19.

Efeitos, que também em Ourém nos afetaram, de forma objetiva, nomeadamente aos níveis social e económico, pese embora, o Executivo Municipal tudo tenha feito, do que estaria ao seu alcance, para minorar os efeitos devastadores desta crise sanitária.

Quero, ainda assim, deixar uma palavra de grande apreço para as mulheres e os homens que, durante este período mais conturbado, se mantiveram no seu posto e refiro-me expressamente aos profissionais de saúde e aos trabalhadores dos serviço essenciais, nos quais incluo os funcionários municipais, que contribuíram, de forma decisiva, para que as medidas preconizadas pelos serviços de saúde à escala governamental e pela administração municipal, produzissem os efeitos pretendidos, sempre a bem das populações que todos servimos.

Mas hoje, chega de falar de tragédias e desgraças, pois é importante realçar a nossa unidade enquanto Município e desenharmos um futuro, que tendo de se afigurar diferente, pelas razões já citadas, nos incute um sentido de esperança e confiança num futuro que desejamos solidário, de sucesso e no qual os nossos filhos possam viver em segurança e com vastos motivos para a fixação na sua terra.

Serve o dia de hoje também, para prestar uma justa homenagem a um homem que terei de considerar como um visionário, por força dos projetos em que se envolveu em vida e que, quando concretizados, conferiram ao Município de Ourém maior dimensão de escala, nas áreas empresariais e da educação. Refiro-me ao saudoso Dr. Francisco Vieira, que, sendo um homem do seu tempo, soube perspetivar o futuro com visão e alcance, próprios de quem sentia, com intensidade, a sua terra de origem, que é Fátima, e todo o Município de Ourém, ao qual dedicou o seu esforço e os seus projetos globais.

É nesse espírito de reconhecimento, que iremos atribuir, com a solenidade devida, o seu nome, à Praça fronteira a esta Instituição, à qual dedicou muito do seu esforço pessoal, à superior causa da educação, na vertente do ensino profissional.

Prestamos assim, a nossa homenagem, ao Dr. Francisco Vieira, perpetuando com o seu nome, um espaço nobre desta cidade, que sempre será referenciado junto dos vindouros, como uma personalidade de referência, respeitada e hoje evocada com total sentido de justiça.

Outro motivo que agregámos a esta comemoração, reside no ato inaugurativo da Rota dos Pastorinhos, um projeto simultaneamente de inspiração religiosa e turística, que a Câmara de Ourém preparou, sob a forma de trajeto, sinalizando 10 lugares que marcaram a história dos três videntes de Fátima, no Concelho de Ourém. Esta intervenção, que mereceu o financiamento de fundos comunitários, integra painéis interpretativos, por forma a que o turista possa obter mais informação dos locais visitados, potenciando assim o alargamento dos motivos visitados, ou a visitar, por parte dos milhões de turistas, que, todos os anos, marcam presença na Cidade da Paz.

Finalmente, quero referir-me, e porque celebramos o Dia do Município, a todos os autarcas deste concelho, que têm emprestado o seu esforço e dedicação pessoais à grande causa do poder local, missão que todos têm desempenhado sem margem para reparos menos abonatórios, antes com referência para um trabalho meritório e frutuoso, que todos reconhecemos e valorizamos.

É assim que o Município de Ourém tem crescido em pujança e afirmação, o que nos permite vislumbrar argumentos de excelência à escala regional, e mesmo no todo nacional, quando remetemos para esferas para tal dimensionadas, onde incluo a oferta turística e a sua envolvente, numa região de grande diversidade histórica e monumental, na qual Fátima e a Vila Medial de Ourém, são pontos de grande referência.

Ourém, é hoje um Município aberto ao mundo, e para tal, continuaremos a apostar em políticas de crescimento empresarial, apoio social e institucional, na certeza de que, em cada ano, aqui estaremos com redobrados motivos de satisfação na comemoração desta data simbólica.

Uma palavra para os funcionários municipais que este ano completam 25 anos de bom e efetivo serviço, cuja prestação também valorizamos e iremos hoje, formalmente, reconhecer.

Termino, formulando para todos votos de muita saúde, sucessos pessoais, profissionais e empresariais e que Ourém nos continue a orgulhar, onde quer que nos reconheçam como seus munícipes.

Muito obrigado.

Partilhar:

Veja também

Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2020 - Todos os direitos reservados