EN FR PT ES

Centro de Documentação Joaquim Ribeiro vai ser uma realidade

20 Fevereiro, 2019

A reunião de Câmara de 18 de fevereiro foi palco da apresentação do projeto de execução do Centro de Documentação Joaquim Ribeiro, estrutura que vai nascer no edifício devoluto da antiga Escola Primária de Zambujal. O Centro de Documentação Joaquim Ribeiro resulta do protocolo firmado entre o Município de Ourém e o munícipe Sérgio Ribeiro, que define a doação do acervo documental e bibliográfico do antigo eurodeputado e membro da Assembleia Municipal à autarquia.

O projeto de execução contempla uma intervenção interior de adaptação à nova funcionalidade do espaço e de resolução de algumas patologias detetadas. O Centro de Documentação Joaquim Ribeiro terá duas salas principais (Tertúlia e Biblioteca), um espaço de cafetaria de apoio, vestíbulo, área de arrecadações de apoio e instalações sanitárias. O objetivo passa por manter a traça e identidade do edifício original, tanto a nível exterior como, sempre que possível, interior. Será também tida em conta a eficiência energética do edifício, através da implementação de isolamento adequado, seleção de iluminação e substituição integral de todos os vãos. Será instalado material com bom comportamento acústico nas duas salas principais e no capítulo das acessibilidades, o projeto reflete com rigor o cumprimento das respetivas normas regulamentares. Exteriormente a intervenção resume-se a trabalhos de manutenção, limpeza e pintura das alvenarias e serralharias.

O projeto do Centro de Documentação Joaquim Ribeiro (uma homenagem ao pai de Sérgio Ribeiro) tem uma estimativa orçamental na ordem dos 137 mil euros e um prazo estimado de execução de 11 meses. O acervo que aqui será disponibilizado para visita e transmissão de conhecimento é em grande medida sobre a União Europeia, Economia e a História de Ourém.

Partilhar:

Veja também

Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2019 - Todos os direitos reservados