EN FR PT ES

Votos de Reconhecimento – Reunião de Câmara de 2 de dezembro

3 Dezembro, 2019

A Câmara Municipal de Ourém deliberou, na reunião de Câmara de 2 de dezembro, atribuir 4 Votos de Reconhecimento. O primeiro Voto de Reconhecimento foi proposto pelo Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, e dirigido aos atletas da modalidade de “Kung Do Te” da Juventude Ouriense, tendo na ocasião distinguido treinador e atletas, no período antes da ordem do dia. O segundo Voto de Reconhecimento foi proposto pelo vereador Rui Vital, felicitando o Grupo Cultural Desportivo e Recreativo Bairrense, na sequência do seu 50.º Aniversário.
Igualmente reconhecido, desta feita pela Vereadora Isabel Costa, foi o Lançamento da publicação “Ourém, nos Caminhos da Palavra – Por entre Luzes e Sombras”, assim como a 3ª Edição do Festival Literário de Fátima – Tabula Rasa.

Transcrevemos, na íntegra, os documentos lidos na Reunião da Câmara:

Voto de Reconhecimento – Juventude Ouriense
Nos passados dias 22, 23 e 24 de novembro, em Mirandela, decorreu o World Kung-Do-Te Championship, que contou com a presença e participação dos atletas da Juventude Ouriense em diversos escalões da modalidade.
Neste campeonato do mundo, participaram clubes provenientes de Portugal, Espanha, Brasil e Estados Unidos da América, onde os nossos atletas representaram ao mais alto nível Portugal e o concelho de Ourém, com as seguintes conquistas:
• Rodrigo Cravo, 1.º lugar, cat. – 74kg – medalha de ouro;
• Ana Beatriz Vinhinha, 2.º lugar, – 44Kg – medalha de prata;
• Lucas Melo, 2.º lugar, cat. – 58Kg – medalha de prata;
• Emanuel Gonçalves, 3.º lugar, cat. -71kg – medalha de bronze;
• Mariana Ferreira, 3.º lugar, cat. -67kg – medalha de bronze.
O executivo municipal endereça os seus cumprimentos e felicitações à Juventude Ouriense, particularmente à sua secção de artes marciais, pelo trabalho desportivo realizado na modalidade de Kung-Do-Te.
Aos atletas propomos este merecido voto de reconhecimento, mostrando o nosso regozijo pelos resultados conquistados, que muito enobrecem o concelho de Ourém.

Voto de Reconhecimento – Grupo Cultural Desportivo e Recreativo Bairrense
No dia 1 de dezembro decorreu a gala comemorativa das bodas de ouro do Grupo Cultural Desportivo e Recreativo Bairrense, prestigiada Associação da Freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias.
Nestes cinquenta anos recheados de vida e de histórias, é justo começar por recordar e saudar todos os fundadores e sócios que dedicaram o seu tempo em prol desta associação e que prestaram o seu enorme contributo para que esta Associação se assuma como uma força viva da sua terra e digníssimos embaixadores do nosso concelho.
A dinâmica aplicada em diversas áreas – cultural, desportiva e recreativa – inserida numa missão e num contexto de valorização social, tal como o esforço e a capacidade para melhorar e valorizar as suas infraestruturas e equipamentos é revelador do espírito, trabalho e empenho que tem sido demonstrado pela Associação, contributos que merecem o nosso regozijo, incentivo e apoio.
Neste grande momento, cumpre-nos felicitar a Associação por esta marca histórica, apresentando um voto de reconhecimento, pela dedicação assumida e pelos seus imensos préstimos na vertente cultural, desportiva e recreativa, sempre inseridos no contexto de valorização social de âmbito local e municipal, o que muito nos honra, prestigia e orgulha.
Caso seja aprovado, o teor deste voto deve ser dado conhecimento ao “Grupo Cultural Desportivo e Recreativo Bairrense”.

Voto de Reconhecimento – Lançamento de publicação “Ourém, nos Caminhos da Palavra – Por entre Luzes e Sombras”
“No passado dia 26 de novembro, foi lançada a publicação “Ourém, nos Caminhos da Palavra – Por entre Luzes e Sombras”, no Centro Pastoral de Nossa Senhora da Piedade. Dirigida a uma assistência atenta, a sessão contou com a atuação musical do Coral Cantabo, e foi prestigiada com a presença do Cardeal e Bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto.
O livro agora editado apresenta em ata as comunicações do ciclo de conferências sobre a presença cristã em Ourém, “Por entre luzes e sombras”. Reúne também informação sobre Santa Teresa e o Mártir Beato Simão Lopes de Ourém, interpretada pelo coletivo de artistas na exposição “Santos da Terra”, a qual decorreu na cidade de Ourém, em 2018.
Os textos são da autoria de: João Bernardes, com “O final da ocupação romana e os primórdios do Cristianismo na região de Ourém”; Ana Saraiva, com: “A vivência da fé cristã sob ocupação árabe: Do imaginário dos mouros aos sincretismos do presente”; Saul António Gomes, com: “A Cristianização de Ourém no contexto da Reconquista. Documentos”; Pe. Luciano Cristino, com: “A criação da Diocese de Leiria e a posterior integração de Ourém na Diocese”; António Baptista, com: “Ourém (Séculos XVIII-XIX) – Dos grandes desastres aos grandes desafios”; Pe. João Trindade, com: “A Vida Cristã na primeira metade do século XX”; Pe. David Sampaio Barbosa, com: “As grandes mudanças em Portugal nos inícios do século XX”; Pe. Luciano Guerra, com: “Artur de Oliveira Santos e as aparições de Fátima. Notas Complementares. Apêndice documental”; e Poças das Neves, com: “O Acontecimento de Fátima e Ourém: Os Pastorinhos e o Administrador”.
O Executivo congratula-se com a iniciativa da edição do referido livro, o qual vem registar e disponibilizar aos cidadãos, e em especial aos oureenses, resultados do conhecimento partilhado pelos oradores e perspetivas dos artistas. Por fim, felicita as Paróquias de Nossa Senhora da Piedade e de Nossa Senhora das Misericórdias, de Ourém e demais entidades e pessoas que se envolveram nesta iniciativa, a qual contribui para um conhecimento mais aprofundado e esclarecido sobre a história e a identidade cultural de Ourém.”

Voto de Reconhecimento – 3.º Tabula Rasa
Sob o mote; “A Literatura e o Jornalismo” decorreu entre os dias 28 a 30 de novembro, a 3ª Edição do Festival Literário de Fátima – Tábula Rasa.
Desde 2015 que este evento bienal, promovido pela Junta de Freguesia de Fátima, com o apoio da Câmara Municipal de Ourém e de outras entidades locais, tem tido uma dimensão simultaneamente local e internacional lusófona, dada a participação, em todas as suas edições, de representantes dos vários países e regiões do amplo e diversificado espaço de língua portuguesa. Este ano, o festival dedicou os três dias de programa à análise da relação jornalismo versus literatura, convidando escritores, jornalistas, investigadores para um amplo debate, tendo também incluído na sua programação a gravação do programa “Governo Sombra” no Centro Pastoral Paulo VI.
Em todas as suas edições, o Festival Literário de Fátima tem atribuído os prémios: “Vida e Obra” e “Melhor Obra” – nas categorias de Literatura Infantojuvenil, Poesia, Ficção e Filosofia, tendo os prémios da edição de 2019 sido atribuídos a Inês Barata Raposo (escritora de: Coisas Que Acontecem), a Albano Martins (escritor de Poemas Escolhidos – 99 poemas) a Mário Cláudio (tríptico da Salvação e a Manuel Cândido Pimentel ( escritor de: Leonardo Coimbra: Vida e Filosofia) respetivamente.
Na categoria “Vida e Obra”, o homenageado foi Fernando Dacosta, Jornalista, Ficcionista e autor dramático, formado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras de Lisboa, e exerceu a atividade profissional de jornalista, na sequência da qual publicou os trabalhos de investigação jornalística , afirmando se também no domínio da ficção, com uma escrita instituída na exaltação sobre a portugalidade e a mitologia do ser português. Junta-se assim a Eduardo Lourenço e Pinharanda Gomes vencedores desta categoria nas edições de 2015 e 2017 respetivamente.
O executivo municipal propõe um voto de reconhecimento à Junta de freguesia de Fátima e a todas as entidades envolvidas pela extraordinária organização e dinamização deste evento que tem dado tão grande contributo à promoção da cultura no Concelho de Ourém.

Partilhar:

Veja também

Mapa do Site Acessibilidade CMOurém © 2019 - Todos os direitos reservados