Mainnav Content Mainbody
Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte

Conferência de imprensa - Edifício dos Monfortinos

Uma conferência de imprensa “para colocar os pontos nos is”. Paulo Fonseca e o actual executivo demonstraram, com documentos e com o historial de todo o processo do Edifício dos Monfortinos, a posição relativa às criticas e à petição que circula em Fátima contra a venda do Edifício dos Monfortinos.

Paulo Fonseca considerou “uma falta de vergonha, de personalidade e de honestidade intelectual”, lembrando que “os que agora são contra, votaram favoravelmente esta possibilidade quando aprovaram o orçamento do Município para 2011, onde é claro, nas páginas 108 e 109 do documento, a inclusão do Edifício dos Monfortinos no ponto relativa à venda de bens de investimento”.

Paulo Fonseca lembrou ainda que o edifício em causa foi comprado pelo município em 2005, pelo valor de 2 Milhões e 500 mil euros, depois de uma avaliação em cerca de 1Milhão e 700 mil euros.”Que negócio foi este?” questionou o actual presidente da Câmara.

Paulo Fonseca afirmou estar na altura de “acabar com a política de terra queimada”. O presidente da autarquia sublinhou ainda as diversas obras que estão em curso e que podem e devem ser potenciadas.

“No concelho de Ourém e, em particular, na freguesia de Fátima existem inúmeras necessidades que devem ser reparadas com urgência pelo que é fundamental e urgente proceder à reabilitação financeira do Município, ao investimento declarado e estrategicamente orientado e à construção de um concelho moderno, eficaz e capaz de responder aos grandes anseios da população. São exemplo disso a reabilitação da Av. D. José Alves Correia da Silva, a Construção e Equipamento de 2 novos Centros Escolares, a definição de uma Estratégia de Promoção Turística no Exterior, a aquisição de terrenos de valorização pública, a abertura da delegação da Câmara Municipal, a reparação de problemas diversos como o Saneamento Básico ou a Qualificação Urbana, a construção de infra-estruturas desportivas ou Culturais como a proposta de construção de um centro Cultural em Fátima, já divulgado na Comunicação Social ou ainda, a construção de ruas novas como a Rua das Covinhas que é essencial ao novo Centro Escolar da Av. Beato Nuno e que estava esquecida do projecto ou ainda, a nova estrada já construída pela Câmara Municipal no Casal Farto com a colaboração das empresas adjacentes”.

Declaração Política - Edifício dos Monfortinos

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Aceitar utilização de cookies. Politica de privacidade.