Mainnav Content Mainbody
Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte

CONDICIONAMENTO DE TRÂNSITO A PESADOS DE MERCADORIAS A 12 E 13 DE MAIO EM FÁTIMA

No âmbito da visita de Sua Santidade, o Papa Francisco, a Fátima nos próximos dias 12 e 13 de maio, o Município de Ourém informa que o trânsito será condicionado a pesados de mercadorias em toda a freguesia de Fátima.

Os restantes veículos terão o trânsito condicionado na Avenida D. José Alves Correia da Silva e no interior do anel desta à Avenida Beato Nuno entre as 00h00 do dia 12 de maio até às 24h00 do dia 13 de maio de 2017.

Junto se anexa o Edital nº 31/2017 e a respetiva planta de localização.

MINISTRO ADJUNTO EM OURÉM

O Ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, vem a Ourém na próxima quinta-feira, dia 27 de abril, para formalizar o apoio do Governo no âmbito do Centenário das Aparições de Fátima. A cerimónia de assinatura do contrato programa decorrerá no edifício-sede do Município de Ourém, pelas 17h00.

 

SESSÃO DE ESCLARECIMENTO DIRIGIDA À POPULAÇÃO, DIA 20 DE ABRIL ÀS 18 HORAS

Desde o momento da confirmação da visita de S.S. o Papa Francisco a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio, que a Câmara Municipal de Ourém, em colaboração com outras Entidades, tem vindo a desenvolver um enorme esforço logístico e financeiro, visando conferir ao acontecimento, a dignidade que a oportunidade representa.

Continuar...

CONDICIONAMENTO DE TRÂNSITO A 12 E 13 DE MAIO EM FÁTIMA

As celebrações do Centenário das Aparições obrigam a um condicionamento de trânsito nos dias 12 e 13 de maio que garanta a segurança e bem-estar de todos os visitantes que se deslocam até Fátima, bem como, a segurança de Sua Santidade, o Papa Francisco.

Neste âmbito, o Município de Ourém informa que o interior da Cova de Iria fica interrompido ao trânsito a partir das 09h00 do dia 12 de maio até às 18h00 do dia 13 de maio.
Contudo será possível circular na Avenida Beato Nuno e na Av. João XXIII.

Existem algumas exceções, nomeadamente:

- No dia 12 de maio, até às 11h00, é possível a circulação dos clientes dos hotéis que mostrem as respetivas reservas aos militares da GNR.
- No dia 13 de maio, das 04h00 às 07h00, são autorizados os abastecimentos que estejam devidamente credenciados pelo Município de Ourém, nomeadamente empresas das seguintes áreas de atividade: padaria/pastelaria, medicamentos urgentes e abastecimento de multibanco.
- Das 09h00 do dia 12 de maio até às 18h00 do dia 13 de maio é permitida a circulação de moradores, com mobilidade condicionada devidamente tipificada nos termos da Lei, devendo para o efeito credenciar-se junto do Município de Ourém.

As credenciações poderão ser solicitadas através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. até ao dia 28 de abril.

 

PREPARATIVOS PARA A RECEÇÃO AO PAPA FRANCISCO APRESENTADOS EM CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Os preparativos para a receção ao Papa Francisco nos dias 12 e 13 de maio, em Fátima, continuam a bom ritmo e para dar conhecimento a todos os interessados sobre as especificidades da operação que está em marcha, realizou-se hoje, dia 7 de abril, uma conferência de imprensa conjunta que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, do reitor do Santuário de Fátima, Padre Carlos Cabecinhas, o porta-voz da GNR, Major Bruno Marques e o segundo comandante nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil, Tenente –Coronel Albino Tavares.

O reitor do Santuário de Fátima reafirmou que “Fátima é um lugar seguro” e que “as várias entidades envolvidas na preparação da visita do Papa tudo estão a fazer para garantir a segurança dos que aqui estarão”. Reiterou também o convite a todos para que venham receber o Papa Francisco, embora “nem todos os peregrinos conseguirão entrar no Santuário” mas neste contexto serão disponibilizados “écrans gigantes fora do recinto, seja na envolvente, seja outros lugares, para permitir que aqueles que não conseguem entrar possam acompanhar as celebrações”.

“Vir a Fátima para ver de perto o Papa Francisco como é desejo, não é só entrar no recinto”, declarou, explicando que na chegada a Fátima, no dia 12 de maio, no percurso que fará do estádio municipal ao santuário, os peregrinos terão a oportunidade de saudar o Papa Francisco, o mesmo sucedendo ao sair de Fátima, no dia seguinte, em que atravessará a avenida D. José Alves Correia da Silva até à rotunda norte, em ambas as situações em veículo aberto.

Paulo Fonseca informou que vão ser criadas cerca de 20 bolsas de estacionamento fora da cidade de Fátima com capacidade para 18 mil viaturas, para “diluir a gestão do tráfego rodoviário”. Neste sentido existirá também uma rede de 75 ‘transfers’ gratuitos a circular em permanência para levar os visitantes das bolsas de estacionamento à Cova da Iria e depois no retorno até às suas viaturas.

O Presidente da Câmara Municipal anunciou ainda a criação de um Gabinete de Apoio ao Peregrino que vai funcionar no Posto de Turismo de Fátima. “O objetivo deste gabinete de apoio aos peregrinos é poder corresponder às mil perguntas que um visitante terá e necessitará” e para esse efeito disponibilizou desde já os contactos do mesmo: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e o contacto telefónico 249 070 303.

Paulo Fonseca estimou em cerca de “um milhão” as pessoas que estarão “ao mesmo tempo na Cova da Iria” considerando que esta é, “talvez, a operação de maior envergadura já alguma vez ocorrida em Fátima”. Aos residentes e às pessoas que trabalham em Fátima, o Município fez “um apelo de tolerância e compreensão”, antevendo que haverá “momentos em que será vedada a circulação automóvel e apenas poderão circular as viaturas credenciadas”.

O autarca adiantou que o Ministro Adjunto Eduardo Cabrita, garantiu, mais uma vez, numa reunião realizada hoje, a aprovação da candidatura de um milhão de euros para apoiar o Município nalgumas obras que está a fazer para a preparação da visita do Papa Francisco. Paulo Fonseca finalizou a sua intervenção com a desejo de que o Centenário das Aparições seja “um momento de grande visibilidade não só para Fátima e para o concelho de Ourém, como para o País e para difundir a mensagem de Fátima”.

O porta-voz da GNR, Bruno Marques, adiantou que a peregrinação do Papa a Fátima obriga a “uma operação de larga escala”, mas a informação sobre o dispositivo “anda é reservada”. “A GNR terá à sua responsabilidade a segurança e, pelos mesmos motivos de segurança, essa informação ainda é reservada, mas a GNR terá empenhada uma força multidisciplinar, com empenhamento de várias valências da Guarda”. O responsável adiantou que a GNR, a partir de 01 de maio, “estará particularmente atenta à segurança” dos fiéis que se deslocam a pé em direção a Fátima, informando que vão ser desenvolvidas ações de sensibilização sobre os cuidados que os peregrinos devem ter, além do empenhamento de meios nas vias e caminhos onde mais circulem.

O Major Bruno Marques aconselhou também todos os peregrinos que estão a prever deslocar-se para Fátima em viatura própria a equacionarem o uso de transportes públicos e caso tal não seja possível a escolherem itinerários alternativos à autoestrada 1, recomendando o uso das autoestradas 8, 13 e 23, assim como o itinerário complementar 9. O responsável informou que “não devem ser montadas tendas na Cova da Iria, existindo um espaço criado para o efeito a menos de um quilómetro de distância do santuário”.

Questionado sobre a tradição de muitos fiéis acamparem em Fátima por ocasião das grandes peregrinações, o porta-voz da GNR garantiu que serão convidados a sair para o referido espaço.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil, representada pelo Tenente-Coronel Albino Tavares, adiantou que a operação “Fátima 2017” abrangerá “não só as áreas de Fátima, concelho de Ourém, mas também os distritos de Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Portalegre e Santarém”.

O dispositivo especial de proteção e socorro para a visita do Papa a Fátima, vai envolver 668 operacionais, podendo este número ser aumentado com mais 312, caso aconteça alguma situação de exceção. O segundo comandante frisou ainda que o dispositivo “será capaz de planear e operacionalizar toda a resposta aos vários incidentes ou acidentes que possam ocorrer, desde um simples incêndio até à prevenção às cerimónias religiosas e, também, claro, o apoio aos peregrinos”.

Esta conferência de imprensa conjunta foi “uma primeira comunicação” segundo o Presidente Paulo Fonseca, à qual se seguirão outras com mais informações sobre todos os pormenores que uma operação desta envergadura acarreta.

Subcategorias

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Aceitar utilização de cookies. Politica de privacidade.