Mainnav Content Mainbody
Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte

FOLCLORE É A NOSSA CAPACIDADE DE PROJETAR O FUTURO COM ORGULHO NO PASSADO DO QUAL SOMOS FEITOS

As palavras são de Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém e foram proferidas à margem do 30º Encontro Nacional de Folclore, promovido pelo Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, no passado sábado, dia 03 de junho.
O 30º Encontro Nacional de Folclore reuniu no Olival o rancho anfitrião “Os Moleiros da Ribeira”, o “Grupo de Folclore da Casa do Povo de Válega” (Ovar), o Rancho Folclórico de Vila Nova de Tázem (Beira Alta), o Rancho Folclórico “As Vendedeiras Saloias de Sintra” (Mem Martins) e o Grupo Típico “O Cancioneiro de Castelo Branco”.


Paulo Fonseca agradeceu o trabalho desenvolvido pelos “Moleiros da Ribeira”, frisando a sua “ousadia e a coragem” na concretização deste evento que tem vindo a crescer nos 30 anos da sua realização.
Sobre o folclore, Paulo Fonseca lembrou que “há poucos anos atrás uma das nossas raízes culturais mais profundas era algo pouco apelativo para os mais jovens. Hoje é Património Mundial da Humanidade. Estou a falar do fado. O folclore precisa de trilhar um caminho semelhante. Temos de transformar o folclore naquilo que é nosso dia a dia, a nossa forma de viver a vida, no tempo em que vivemos, mas sem nunca esquecer a nossa identidade cultural”.

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Aceitar utilização de cookies. Politica de privacidade.