Mainnav Content Mainbody
Reduzir fonte Letra tamanho normal Aumentar fonte

MUNICÍPIO DE OURÉM ADERE À “HORA DO PLANETA 2017”

O Município do Ourém vai aderir no próximo dia 25 de março ao evento “Hora do Planeta 2017”, uma iniciativa ambiental global organizada em parceria com a World Wide Fund for Nature (WWF).

O Município compromete-se nesta data a desligar todas as luzes do Edifício dos Paços do Concelho, do Castelo, Rotunda do Ribeirinho e Jardim da Praça do Município (Fonte Luminosa), entre as 20h30 e as 21h30.
Considerando a relevância desta iniciativa, a Câmara Municipal de Ourém convida todos os Oureenses a aderirem simbolicamente à Hora do Planeta. Para tal basta desligarem as luzes nas suas casas, no sábado, dia 25, entre as 20h30 e as 21h30 contribuindo desta forma para celebrar a defesa do Planeta Terra.

Observação astronómica no Castelo de Ourém – 20h30

Aproveitando a ausência de luz artificial, o que facilita a observação do céu, terá lugar no Castelo de Ourém uma atividade de observação astronómica à vista desarmada e com utilização de binóculos e telescópios, dinamizada por especialistas do Centro de Ciência Viva de Constância. A observação será acompanhada de uma descrição das estrelas e constelações observadas e de histórias e lendas a elas associadas.

Sábado, 25 de março, das 20h30 às 21h30, apague as luzes para ver um mundo melhor!

 

A Hora do Planeta

A “Hora do Planeta” é uma iniciativa da WWF criada em 2007, como uma iniciativa de uma única cidade, Sidney, na Austrália. Na altura o evento contou com a participação de 2,2 milhões de pessoas e mais de 2000 empresas apagaram as luzes durante uma hora como uma tomada de posição contra as mudanças climáticas.

Um ano depois a Hora do Planeta tornou-se um importante movimento voluntário global, ao qual centenas de milhões de pessoas de todos os continentes se juntam para reconhecer a importância de proteger o nosso planeta.

A Hora do Planeta 2016 chegou a 178 países e territórios, a mais de 9000 cidades e vilas. Em Portugal, 110 municípios aderiram e centenas de monumentos emblemáticos nacionais ficaram às escuras, como a Ponte 25 de Abril, o Mosteiro dos Jerónimos, o Cristo Rei, em Lisboa e o Convento de Cristo, em Tomar.

Toda a campanha deste ano pode ser acompanhada em wwf.pt (nacional) ou em earthhour.org (internacional).

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Aceitar utilização de cookies. Politica de privacidade.